Ildaborges’s Blog

Just another WordPress.com weblog

A FUNDAÇÃO EÇA DE QUEIROZ ESTENDE A SUA ACTIVIDADE PARA ALÉM FRONTEIRAS

 

 

Com sede em Tormes, Baião, a Fundação Eça de Queiroz concluíu esta semana, no dia 9 de Dezembro, uma iniciativa ambiciosa e de grande projecção nos meios académicos internacionais: o ciclo de conferências sobre “O Último Eça” que percorreu Universidades de França, Espanha, Itália, Brasil e Estados Unidos.

 

Projecção das ideias do escritor, projecção das actividades da Fundação, projecção da região.

 

A coordenação científica esteve a cargo de uma “pessoa da casa”, Marie-Helène Piwnic, responsável por uma das várias traduções de “A Cidade e as Serras”( 202, Champs -Elysées) e Professora da Universidade de Sorbonne/Paris IV.

 

O projecto teve a colaboração do Ministério da Ciência e do Ensino Superior e a participação de especialistas queirosianos dos países referidos, com temas que foram desde “A imagem da Itália em Eça de Queirós”, até às “Zonas de diálogo entre o jornalismo e a ficção no último Eça”.  Sim, porque Eça começou por ser jornalista.  E até foi nessa actividade que lançou algumas raízes para vir a ser, com António Vieira e mais alguns vultos cimeiros, um dos grandes mestres da melhor prosa que algum dia se escreveu em Português.

Não está ainda realizado o balanço final da iniciativa, mas é bom saber que a participação excedeu as expectativas. Voltaremos ao assunto.

 

Ilda Borges

Manuel Fonseca

 

Anúncios

Dezembro 11, 2008 - Posted by | FEQ

1 Comentário »

  1. Ficamos à espera, não só de um balanço mais definitivo, deste ciclo internacional de conferências, mas, se possível, do acesso ao teor das intervenções realizadas.

    Sobre a faceta específica de “Eça jornalista”, importa acentuar que não se trata apenas de uma forma de escrita que muito contribuiu para o seu estilo, e para o indiscutível estatuto de mestre da língua.
    Basta lembrar o que escreveu Helena Buescu precisamente sobre “Textos de Imprensa IV”, de Elza Miné e Newma Cavalcante, mais um volume da série da edição crítica da obra queirosiana: “tomada no quadro da obra, a intervenção jornalística de Eça, nas suas diversas modalidades, não pode deixar de ser considerada como bem mais importante do que lateral e episódica – Eça é “jornalista” a vida inteira, afinal, e nos seus textos de imprensa encontramos com frequência a matriz do que dele conhecemos enquanto ficcionista”.

    E sobre o mesmo tema, permito-me sugerir aos interessados as considerações oportunas e plenas de actualidade, feitas por Elza Miné a propósito da atribuição de interesses ao “leitor” como “um dos pilares sobre os quais assenta a imprensa contemporânea, cuja cumplicidade busca e em nome de quem se justifica. Há o chamado ‘perfil do público alvo’, entidade abstracta, que o jornal diz atender; ao mesmo tempo, este público corresponde à realidade do mercado, que atende ao jornal, garantindo-lhe subsistência. Se esta relação ainda não se desenha tão clara e cruamente na imprensa oitocentista, ela vai-se fazendo progressivamente notar, na medida mesma em que se está operando a transformação da imprensa em empresa… De qualquer forma, ontem ou hoje, ‘todo o gesto do jornalista parece encontrar sua última justificativa na figura do leitor’ (Elza Miné, in Posições de leitura: textos de imprensa de Eça de Queirós para a Gazeta de Notícias (Queirosiana, nº 5/6, 1994) citando, por sua vez, Stella Senra, “Conversas com Clarice: entre a literatura e o jornalismo” (Porto Alegre, 1992).

    Ainda a propósito desta relação permanente de Eça com a Imprensa, é também de bastante interesse a leitura de uma parte da “Introdução de Textos de Imprensa VI: da Revista Moderna”, por Elena Losada Soler, sobre o conjunto de crónicas que “faz parte de um projecto muito caro a Eça de Queirós, que sempre almejou uma revista ilustrada em português de nível comparável às francesas”. (Queirosiana, nº 13/14).

    Seria, hoje, o jornalista Eça, autor ou colaborador de um “blogue”?!

    Comentar por Joaquim Mendes Dias | Janeiro 3, 2009 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: